Como importar produtos para revender?

Neste artigo conheça tudo o que você precisa saber sobre como importar produtos para revender com chances consideráveis de lucrar.

Uma vez que você faça a importação do bem correto conforme as leis do mercado liberal sobre como importar produtos para revender (oferta x demanda) fica mais fácil lucrar bastante e conquistar a independência financeira.

Mais do que escolher o produto certo, se você realizar o processo de importação da forma menos custosa é mais fácil gastar menos no produto e vender a preços inferiores do que a oferta da concorrência, o que propicia lucros extraordinários.

Agora você vai conhecer aspectos indispensáveis para importar produtos com menos gastos possíveis no processo de importação.

Principais Formas de Como Importar Produtos para Revender

Roupas, relógios, perfumes, produtos eletrônicos, celulares, videogames, enfim, o que não faltam neste mundo são produtos para importar e lucrar na revenda.

Uma das formas mais populares para importação de produtos à revenda está no dropship. Neste método você primeiro anuncia um tipo de bem, por exemplo, celular, e, apenas após a venda ser concluída faz a compra dos fornecedores – uma forma de assegurar o lucro.

Embora seja popular, para fazer este tipo de procedimento é preciso ter fornecedores confiáveis, o que às vezes representa uma barreira na vida de quem deseja dar os passos iniciais nos procedimentos de como importar produtos para revender.

Não se pode deixar de considerar outra forma que funciona para importar produtos do mundo inteiro, ou seja, via empresas de trading, que na prática intermedeiam a importação e cobram uma taxa para realizar o serviço de comprar no mercado internacional e enviar compras às casas dos clientes.

Embora seja um processo que funcione, é preciso também assegurar a contratação de empreendimentos confiáveis no mercado. Há necessidade de pesquisar bastante para conseguir menos custos nas taxas de compra e envio dos produtos via trading.

Por fim e não menos importante no manual de como importar produtos para revender, vale a pena considerar os desembaraços aduaneiros, que, em prática, se tratam da forma mais formal, embora exija abrir empresa e contratar os serviços de advogados, e, contadores.

Sem contar com os custos do serviço aduaneiro, que, normalmente variam entre 10 por cento e 100 por cento dos valores referentes aos produtos comerciados.

Ao considerar as três formas mais básicas para importar produtos a revender (dropship, trading e despachantes aduaneiros) é possível concluir o seguinte: Estas maneiras são custosas e não passam a confiança que quaisquer compradores iniciantes exigem para comprar lotes maiores.

Neste sentido, convém estudar o mercado para encontrar outras formas de importação legalmente, mas com menos custos.

Conforme indica o curso Segredos Sobre Importação, do Samir Campos, uma forma alternativa e legal para importar produtos no intuito de revender é adquirir produtos originais no Paraguai e contar com os serviços de entrega de freteiros confiáveis.

Neste tipo de compra você economiza em até 80% os valores das negociações ao comparar às condições de negócios do mesmo bem no varejo nacional.

 

Artigo revela: Como importar roupas de qualquer lugar do mundo?

Depois de Comprar é Hora de Revender

A partir de o momento em que um produto chega na sua casa você precisa iniciar uma estratégia para revender com menos custos.

Primeiramente, não é preciso abrir empesa para começar a vender. Nos dias de hoje existem dezenas de vendedores pessoas físicas que vendem games antigos como uma forma de renda extra, por exemplo.

Você pode revender o produto importado ao fazer um anúncio no Mercado Livre e gastar poucos reais. Também vale abrir uma loja online profissional, escolha ideal para quem deseja seguir na carreira de vendedores de produtos importados.

Contudo, antes de sair comprando produtos no mercado internacional considere algumas dicas para ampliar as chances de revender e lucrar:

A: Analise as principais demandas de produtos importados e veja como se comporta a oferta. Provavelmente, ao vender roupas importadas você vai competir com grandes varejistas, por este motivo é preciso aprender a como importar produtos para revender e desbancar a concorrência.

B: Na sua jornada como importador busque os melhores fornecedores, aqueles que sempre entregam no prazo.

C: Se você encontrar uma demanda não atendida com qualidade pela oferta do mercado, não pense duas vezes, faça um estoque e lidere as vendas.

No curso Segredos sobre Importação 3.0 você encontra o passo a passo de como importar produtos para revender.

 

As 5 melhores maneiras de importar roupas dos Estados Unidos

Você quer aprender a importar roupas dos Estados Unidos para uso pessoal ou revenda? Então confira as 5 melhores maneiras neste post informativo.

Todos os vendedores que desejam vender com sucesso já pensaram pelo menos uma vez na vida nas melhores maneiras de importar roupas dos Estados Unidos para comerciar na Terra Natal.

Contudo, preços elevados nas taxas e falta de conhecimento representam as duas grandes barreiras capazes de afugentar até investidores que aceitam riscos para ter chances de lucrar alto.

Mas, esta pode não ser uma barreira na sua vida, desde que você confira a seguir os 5 melhores métodos para importar produtos dos Estados Unidos, tais como roupas.

Mas, antes de apresentar este assunto você pode clicar no vídeo abaixo para assistir uma apresentação de Samir Campos, um importador de sucesso com 10 anos de experiência no setor de importação de roupas dos Estados Unidos.

 

Atenção: Clique aqui e leia o Texto que revela os melhores métodos de como importar roupas dos Estados Unidos.

Melhores maneiras de importar roupas dos Estados Unidos

1: Paraguai – Quem disse que você precisa visitar sites de lojas americanas ou ir até os Estados Unidos para importar roupas de lá.

Nas lojas paraguaias existem diversas roupas importadas dos States em grande quantidade e com preços muito inferiores do que no Brasil. Sem contar que a entrega acontece por um preço mais barato do que as compras nos Estados Unidos.

2: Fornecedores Nacionais – Existem empresas que trabalham de modo específico com o fornecimento de roupas americanas para compradores dispostos a revender no mercado nacional. Neste caso busque apenas os serviços de profissionais confiáveis.

3: Personal Shopper – Consiste no profissional residente nos Estados Unidos que realiza as compras aos compradores do Brasil e depois envia tudo de uma vez, com menos taxas do que o processo de compra convencional.

4: Shipito – A escolha certa para compras em lojas norte-americanas que não entregam os produtos no Brasil. Funciona como uma espécie de correio eletrônico que envia o lote aos compradores brasileiros de uma forma totalmente segura.

5: Comprar nas lojas – É o método mais básico de realizar as compras. Com uso de cartão de crédito internacional você faz a aquisição e espera a entrega dos lojistas. Representa um processo com menos intermediários possíveis.

Enfim, estas são as melhores maneiras de importar roupas dos Estados Unidos. Agora é só escolher um método e ir às compras.